REGÊNCIA

Paulo Mariano Galvão Filho, Brasileiro, 27 anos, nascido na cidade de Mauá, iniciou seus estudos de música com seu pai aos 7 anos de idade, no violino. Suas primeiras experiencias com a regência foi aos 18 anos, regendo a orquestra da igreja da qual frequentava. Nesse período realizou programas com coro e orquestra com arranjos de sua própria autoria. Com 20 anos ingressou na classe de regência do maestro Roberto Tibiriça, iniciando seus primeiros estudos na área. Aos 22 anos teve pela primeira vez, a oportunidade de reger a orquestra Experimental de Repertório, da qual fazia parte como chefe de naipe dos segundos violinos. Nesse período passou a ter aulas constantes com o maestro Carlos Moreno. Aos 23 anos, teve a oportunidade de reger 5 concertos com a Orquestra Experimental de Repertório na Sala do conservatório, concertos estes que faziam parte da série de música de câmara da Praça das Artes. Participou como aluno ativo em regência no festival de Piracicaba, com o maestro Jamil Maluf. Também participou como aluno ativo na Oficina de Música de Curitiba, com o Maestro Claudio Cruz. Ainda na Fundação Teatro Municipal, participou de masterclasses com o mastro suíço Johannes Schlaefli, e com o mastro John Neschiling, ambas com a Orquestra Experimental de Repertório como orquestra residente. Aos 25 anos, já como academista de Violino na OSESP, teve a oportunidade de estudar regência junto com os outros alunos da academia de regência. Oportunidade dada pelas maestrinas Valentina Peleggi e Marin Alsop, também contou com grande colaboração do diretor da academia da Osesp, Rogério Zaghi. Nesse período de estudos, teve a oportunidade de reger a Osesp em uma masterclass com a sua maestrina titular Marin Alsop. Também participou de outras masterclasses com a própria Marin Alsop, Valentina Peleggi, Alexander Liebreich, Isaac Karabtchevsky, Wagner Polistchuk e Louis Langrée. Após masterclass com o Louis Langrée, despertou interesse e foi convidado pelo próprio mastro para assistir os seus ensaios com a Osesp. Em última ocasião como aluno convidado na academia de regência, teve a oportunidade de reger o 3º movimento da 8ª Sinfonia de Dvorak com a Orquestra Jovem do Estado, concerto realizado na Sala São Paulo, em dezembro de 2018. Em 2019 ingressou como aluno aitvo no curso da Academia da Osesp. Onde teve teve masterclasses com Robert Triveño, Neil Thompsom, Stefan Blunier, Giancarlo Guerrero, Marin Alsop e Claudio Cruz. Sob a orientação do Professor Cláudio Cruz, realizou um concerto de encerramento de curso regendo a Orquestra Jovem do Estado, na Sala São Paulo. Em 2019 também foi bolsista do Festival Internacional de Campos do Jordão, e teve a oportunidade de reger a Osusp em um concerto na Sala São Paulo. Ainda nesse ano Foi convidado a participar como mastro assistente na Osusp em duas ocasiões, onde realizou os ensaios de leitura e preparação da Orquestra. Em 2020 ingressou na classe de regência do Maestro Cláudio Cruz.